Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Lisbonices

Uma mulher do Norte à conquista da capital

Lisbonices

Uma mulher do Norte à conquista da capital

Como me deslocar em Lisboa - Cabify

cabify.jpg

 

Agora que já sabemos como chegar até Lisboa, importa saber COMO nos deslocarmos na capital. Eis algumas dicas para quem se quiser deslocar na cidade:

 

Transportes privados

Escolhi propositadamente começar pelos meios de transporte privado pois esta foi uma semana particularmente difícil para os transportes públicos (filas de espera, poucas carruagens no metro, obras por todo o lado a atrasar as carreiras... etc). Falamos disso muito em breve, sim? No entretanto, não vos quero assustados com os transportes lisboetas... Prefiro ver-vos a viajar com estilo. Tratamos do passe no início do mês, fica combinado :)

 

Cabify - À semelhança da Uber (de que falamos ontem), a Cabify também é uma moderna alternativa aos tradicionais táxis. Esta empresa também atua em Lisboa e Porto e compete diretamente com a restante oferta do mercado, com carros novos e de qualidade acima do habitual.

 

Difere da Uber na medida em que não tem tarifa dinâmica: ou seja, o preço para o mesmo percurso é, obrigatoriamente, o mesmo. Não há cá taxas extra nas alturas de maior procura, nem uns cêntimos a mais quando ficamos presos no trânsito. Win!

 

Tal como a Uber, podemos pedir um Cabify via aplicação para smartphone, mas também através do site, disponível em desktop.

 

Para criar uma conta, é preciso ir ao site da empresa e fazer o registo ou fazer o download da aplicação e seguir os procedimentos de inscrição. É preciso acrescentar um cartão de crédito, MBNET ou conta de Paypal para que os pagamentos possam ser feitos de forma automática.

 

De seguida, é só colocar o destino e fazer uma estimativa, num procedimento em tudo semelhante às restantes opções do género no mercado.

 

Aqui, no entanto, só existe a opção "Lite" no que diz respeito a carros. Também não há problema: os veículos da Cabify são praticamente todos topo de gama, os motoristas estão sempre impecavelmente vestidos de fatinho e oferecem rebuçados e garrafas de água a toda a gente. 

 

Um pormenor menos bom em relação à Cabify: o preço mínimo por viagem, mesmo que dure uns meros metros, é sempre de 3,50 euros.

 

Dica importante: A experiência de usar com (demasiada) regularidade este tipo de serviços faz-me crer que há mais Ubers a circular que Cabifys, especialmente nas primeiras horas do dia e em zonas mais afastadas do centro da cidade. Por isso, sugiro que, se tiverem MESMO de estar em algum lado a uma hora específica e não possam arriscar não arranjar carro na hora, usem e abusem da opção de reserva do Cabify que, so far, ainda não me falhou uma única vez. 

 

Bonus Points: Chegaram até ao fim deste texto? Então tenho prendinha para vocês: o meu código Cabify, que dá 8 euros para gastar ao experimentar a aplicação, até dia 30 de novembro dá o dobro, ou seja 16 euros! Depois de seguirem os passos iniciais que indiquei acima, podem ir a "Promoções" e escrever danis28 no campo "Introduza o seu código promocional". Se o fizerem, recebem 16 euros para gastar nas primeiras viagens (e eu, que sou esperta, recebo também). Depois desta data, o código passa a oferecer apenas 8 euros.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D